Blog

images

Testes serológicos para detecção de anticorpos anti-SARS-CoV-2 (IgG e IgM)

22 de Maio de 2020
​O teste de diagnóstico recomendado para a infecção pelo Novo Coronavírus 2019 (SARS-CoV-2) é a pesquisa de RNA viral por RT-PCR, detectável desde os primeiros momentos da infecção em amostras da nasofaringe.

Contudo, os testes serológicos têm particular importância na caracterização do estado de imunidade da população, através da detecção da resposta imunológica contra o vírus pela produção de anticorpos.



A quem se destina?


• Pessoas que contactaram com doentes COVID19 confirmados por RT-PCR, para avaliação da eventual resposta imunológica;

• Avaliação da resposta imunológica em pessoas que tiveram COVID-19 confirmado por pesquisa de RNA do vírus SARS-CoV-2 por RT-PCR;

• Pessoas que tiveram sintomatologia associada à COVID-19, a quem não foi valorizado o quadro clínico, por ter acontecido ainda antes do contexto epidemiológico de COVID-19;

• Pessoas assintomáticas que estiveram ou não em contacto com doentes COVID19 confirmados por RT-PCR;

• Pessoas que não puderam ter acesso aos testes RT-PCR em tempo útil e possam ser considerados eventuais hospedeiros do reservatório viral; 

• Estudos epidemiológicos para análise da prevalência de anticorpos na população;

• Complementar os estudos de RT-PCR negativos, em casos de doença ligeira, e consequente baixa carga viral, em pacientes com clínica de COVID-19 ou em situações onde, devido ao desenrolar da doença, já não exista carga viral apreciável nas amostras das vias respiratórias superiores.



Como funcionam estes testes?

• Os testes serológicos detetam a presença de anticorpos (IgM e IgG) e são particularmente importantes numa fase posterior da infeção viral, uma vez que estes necessitam de cerca de 5-10 dias para serem detetáveis na amostra sanguínea. 

• Inicialmente, são detetados os anticorpos IgM que na maioria dos casos surgem entre o 7º e 10º dia, e em casos mais graves entre o 3º e 5º dia após o inicio dos sintomas mantendo-se por cerca de 30 dias, aproximadamente.

• Os anticorpos IgG são detetáveis entre o 10º e 20º dia após o inicio dos sintomas.

• Um resultado não detetável no período inicial da infeção (até ao 10º dia) não exclui a possibilidade de infeção por SARS-CoV-2;

• Atualmente, a evidência científica ainda não permite afirmar que um título elevado de anticorpos IgG anti SARS-CoV-2 confere imunidade efetiva ou duradoura;

• Todos os resultados devem ser analisados em contexto clínico e, se necessário, complementados com a pesquisa de RNA do vírus SARS-Cov-2 por RT-PCR.





"Figura 1 - Cinética dos biomarcadores virais e do hospedeiro na infeção por SARS-CoV-2. Adaptado de Abbott Diagnostics (5/3/2020)")


Os testes serológicos não devem ser usados para o diagnóstico da infeção aguda, em que o único teste validado é a pesquisa do RNA viral, realizado por técnica de Biologia molecular (RT-PCR), de acordo com as recomendações da DGS, OMS, ECDC.



Quais as condições de colheita?


O teste é realizado através de uma colheita de sangue, não sendo necessário jejum e pode ser efetuado no laboratório central ou em qualquer posto de colheitas do LACLIBE mediante ordem de chegada.

Não necessita prescrição médica.



Bibliografia:

• Galli C., Daghfal D. Serological approaches for the diagnosis of SARS-CoV-2 infection. Abbott Diagnostics. 2020.

• Guo L et al. Profiling Early Humoral Response to Diagnose Novel Coronavirus Disease (COVID-19). Clin Infect Dis. 2020.

• Li Z et al. Development and clinical application of a rapid IgM-IgG combined antibody test for SARS-CoV-2 infection diagnosis. J Med Virol. 2020.

• Li X et al. Molecular immune pathogenesis and diagnosis of COVID-19. J Pharm Anal. 2020.

• MedTech Europe (2020). What Types of Diagnostic Tests Exist to Detect COVID-19? (2020).

• Long Q et al. Antibody responses to SARS-CoV-2 in COVID-19 patients: the perspective application of serological tests in clinical practice. medRxiv. 2020.

• Patel R et al. Report from the American Society for Microbiology COVID-19 International Summit, 23 March 2020: Value of Diagnostic Testing for SARS–CoV-2/COVID-19. mBio. 2020.

• WHO [online]. “Immunity passports” in the context of COVID-19: scientific brief. 2020.

• Xiao S et al. Evolving status of the 2019 novel coronavirus infection: Proposal of conventional serologic assays for disease diagnosis and infection monitoring. J Med Virol. 2020.

• Zhao J et al. Antibody responses to SARS-CoV-2 in patients of novel coronavirus disease 2019. Clin Infect Dis. 2020.
Voltar